Motorista

HomeMotorista
img-motorista

O exame toxicológico para o Detran agora é obrigatório para motoristas que vão tirar ou renovar as carteiras das categorias C, D e E.

No Tommasi Laboratório motoristas profissionais encontram toda a estrutura e comodidade na hora de se adequar à lei, que ainda se estende aos motoristas que exerçam atividades de transporte rodoviário de passageiros ou cargas.

Conheça um pouco mais sobre a LEI Nº 13.103, DE 2 DE MARÇO DE 2015. 

“Parágrafo único. Integram a categoria profissional de que trata esta Lei os motoristas de veículos automotores cuja condução exija formação profissional e que exerçam a profissão nas seguintes atividades ou categorias econômicas:

I – de transporte rodoviário de passageiros;
II – de transporte rodoviário de cargas.”

  • § 6º Serão exigidos exames toxicológicos, previamente à admissão e por ocasião do desligamento, quando se tratar de motorista profissional, assegurados o direito à contraprova em caso de resultado positivo e a confidencialidade dos resultados dos respectivos exames.
  • § 7º Para os fins do disposto no § 6ºo, será obrigatório exame toxicológico com janela de detecção mínima de 90 (noventa) dias, específico para substâncias psicoativas que causem dependência ou, comprovadamente, comprometam a capacidade de direção, podendo ser utilizado para essa finalidade o exame toxicológico previsto na Lei no 9.503, de 23 de setembro de 1997 – Código de Trânsito Brasileiro, desde que realizado nos últimos 60 (sessenta) dias”.

RENOVAÇÃO/MUDANÇA DE CATEGORIA

A realização do exame toxicológico CNH pode ser feita nas unidades de atendimento do Tommasi Laboratório e unidades credenciadas.

ADMISSÃO/DESLIGAMENTO DA EMPRESA

A realização do exame do cabelo para motorista pode ser feita nas unidades de atendimento do Tommasi Laboratório, unidades credenciadas e na própria empresa. A empresa arcará com o custo do exame.

Como a coleta é realizada:

  • Um coletor treinado pelo Tommasi Laboratório irá colher duas amostras de cabelo, cada uma com espessura de um lápis comum. O cabelo é cortado rente a nuca, não há desconforto e não ficara marcas.
  • Caso não seja possível a coleta do cabelo, será retirado amostras de pelo de outras partes do corpo. Por exemplo pernas, onde será retirado todo o pelo das duas pernas.
  • As amostras são enviadas para o Tommasi Laboratório, e o resultado será conhecido apenas por você, a empresa e se você autorizar, o DETRAN.